quinta-feira, 14 de julho de 2016

Mês Especial do Rock 31- George Harrison, Haircut One Hundred e Kaiser Chiefs

O Beatle Quieto. Assim era chamado o guitarrista (e depois, compositor) dos Beatles, George Harrison.
Em 1965, foi apresentado aos trabalhos do músico Ravi Shankar por David Crosby (The Byrds, Crosby, Stills, Nash & Young) e depois disso, influenciou algumas composições da banda, tornou-se seguidor do Hinduísmo e grande divulgador da música indiana no ocidente.
Com o fim dos Beatles em 1971, Harrison seguiu carreira solo, além de se tornar produtor musical. No mesmo anos, colaborou com o disco Imagine, de John Lennon e produziu o 3º do grupo Badfinger.
Escreveu duas canções pra Ringo Starr: It Don't Come Easy e Photograph, que saíram em 1973.
Em 1978, foi investir como produtor de cinema, sendo co-criador da HandMade Films, estúdio inglês que produziu muitos filmes e que trabalhou com Madonna e Monty Pyhton.
Lançou um livro biográfico (I Me Mine) meses antes de Lennon ser assassinado em 1980. Mas o vocalista dos Beatles ganhou homenagem na música All Those Years Ago, um ano depois.
Só umas curiosidades... a canção teve participações de Paul McCartney e Linda (então esposa do beatle canhoto). Eu a conheci (a música. Hehe!!) por um disco chamado Hit Parade 4, uma coletânea montada e lançada no Brasil.
Vejam só o curioso anúncio que achei:

Lá por 1988, criou o grupo Traveling Willburys com Bob Dylan, Jeff Lynne (do E.L.O., do qual já falei aqui), Roy Orbison e Tom Petty.
Era também amigo muito próximo de Eric Clapton.
Faleceu em 2001, vítima do câncer de pulmão, aos 58 anos.

Confiram agora, a mais esta coletânea...

Faixas: 1.Got My Mind Set On You/ 2.Give Me Love (Give Me Peace On Earth)/ 3.Ballad of Frankie Crips (Let It Roll)/ 4.My Sweet Lord/ 5.While My Guitar Gently Weeps/ 6.All Things Must Pass/ 7.Any Road/ 8.This is Love/ 9.All Those Years Ago/ 10.Marwa Blues/ 11.What is Life/ 12.Rising Sun/ 13.When We Was Fab/ 14.Something (Live)/ 15.Blow Away/ 16.Cheer Down/ 17.Here Comes the Sun (Live)/ 18.I Don't Want to Do It/ 19.Isn't It A Pity

Sobre as músicas: Faixas 1, 8 e 13 são de Cloud Nine (1987). Sem falar que a faixa 1 foi incluída na trilha da comédia Olha Quem Está Falando Também (1990). A faixa 2 é de Living in The Material World (1973). Faixas 3, 4, 6, 11 e 19 são de All Things Must Pass (1970). Faixas 5, 14 e 17 são de The Concert for Bangladesh (1971). Faixas 7, 10 e 12 são de Brainwashed (álbum póstumo- 2002). A faixa 9 veio de Somewhere in England (1981). A música 15 é de George Harrison (1979). A faixa 16 é do filme Máquina Mortífera 2 (1989). E a 18ª faixa é do filme Porky's Contra-Ataca (1985)

Gravadora(s): Dark Horse/Parlophone/Apple (2009)

Haircut One Hundred é uma banda new wave originária de Beckenham (Londres- Inglaterra) e formada em 1980.
Por lá, ficou notória com as músicas Favorite Shirts (Boy Meets Girl), Love Plus One e Fantastic Day, todas de seu 1º álbum (Pelican West, 1982).
Apareceu no extinto Top of the Pops, um programa de auditório onde se apresentavam artistas que estavam nas paradas britânicas.
Após o sucesso inicial, houve desentendimentos que resultaram na saída do vocalista Nick Heyward  (em 1983, que em seguida, lançou-se em carreira solo) e no fracasso de seu 2º disco, um ano depois.
20 anos depois, o grupo se reuniu e tocou 2 de seus hits.
Mas voltou de vez em 2009, mesmo sem ter lançado músicas novas até hoje.

Confesso que nunca tinha escutado nada, nem mesmo assistido a clipes do Haircut 100... até 2010... quando veio pra casa uma porção de discos que eram de um tio e entre eles, um exemplar de Pelican West, que a primeira vista pensei ser o nome da banda. O curioso é que também nunca tinha visto o tal vinil, antes.

Integrantes: Nick Heyward (vocal e guitarra), Les Nemes (baixo), Graham Jones (guitarra), Phil Smith (saxofone), Marc Fox (percussão e vocais) e Blair Cunningham (bateria)

Ex-integrante: Patrick Hunt (bateria)

Discografia: Pelican West (1982) e Paint and Paint (1984)

Como deve ser difícil de lembrar se alguma estação de rádio passou músicas desta banda, aqui vai uma clipe...
Achei interessante essa pegada de mesclar jazz, pra um grupo oitentista com pouquíssimos trabalhos.

Kaiser Chiefs é um grupo de Leeds (West YorkishireInglaterra) criado em 2003 e originário de uma banda roqueira de garagem chamada Parva (de 1997).
Seu novo nome surgiu inspirado no clube sul-africano Kaizer Chiefs Football Club e inicialmente, seu som teve influências de new wave e pós-punk.
Um de seus primeiros singles, Oh My God, foi regravado por Lily Allen (com Mark Rolson).
Este é outro caso de eu curtir via rádio e MTV.
Emplacaram outras músicas, tais como I Predict a Riot, que incluíram na trilha do filme Alex Rider Contra o Tempo (2006)... Never Miss a Beat e Ruby.
Ainda segue na ativa.

Integrantes: Rick Wilson (vocal e percussão), Andrew "Whitey" White (guitarra e backing vocals), Simon Rix (baixo e backing vocals), Nick "Peanut" Baines (teclados, piano, sintetizadores e órgão) e Vijay Mistry (bateria, percussão e backing vocals)

Ex-integrante: Nick Hodgson (vocal, bateria, percussão, guitarra acústica e backing vocals)

Discografia: Employment (2005), Yours Truly, Angry Mob (2007), Off With Their Heads (2008), The Future is Medieval (2011), Education, Education, Education & War (2014) e Stay Together (2016)

Fontes: Wikipédia (Brasil e EUA) e Youtube

Um comentário:

  1. George Harrison é meu segundo Beatle preferido, o primeiro ainda é o John. Seus dois primeiros discos solo são excelentes, depois enfraqueceu um pouco, mas em cada álbum lançado tinha pelo menos umas três canções brilhantes. Nos anos 80 ele nos brindou com Cloud 9, um dos melhores discos da década e um dos meus preferidos de todos os tempos. Grande George!

    ResponderExcluir