sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Chamando o Síndico

O cantor e compositor carioca Sebastião Rodrigues Maia, o Tim Maia, começou sua carreira em 1956 e um ano depois foi membro fundador da banda de rock The Sputniks, do qual também fez parte Roberto Carlos. Na mesma época, era chamado de Tião Maia e só adotou o "Tim" quando saiu da banda.
Chegou a integrar, em 1959, o grupo americano The Ideals.
Em meados dos anos 1970, foi seguidor da doutrina Cultura Racional e escreveu músicas baseadas no livro Universo em Desencanto.
Considerado o pai do soul brasileiro, foi apelidado de síndico por Jorge Ben Jor na música W/Brasil.
Já cantou com Elis Regina, Gal Costa e Sandra de Sá.
Sinceramente, não me lembro qual foi a primeira música dele que ouvi na vida.
Teve inúmeros hits: Não Vou Ficar (regravado por Roberto Carlos e Kid Abelha), Primavera (regravada pelo Pato Fu), Azul da Cor do Mar, Festa do Santo Reis, Vale Tudo, O Caminho do BemLeva, Que Beleza, Me Dê Motivo, Gostava Tanto de Você, Chocolate, O Descobridor dos Sete Mares (regravado por Lulu Santos Deborah Blando)...
Faleceu em 1998, aos 55 anos.
Tem dois parentes famosos: os cantores Ed Motta (sobrinho) e Léo Maia (filho de criação).

Discografia: Tim Maia (1970), Tim Maia (1971), Tim Maia (1972), Tim Maia (1973), Tim Maia (1974), Tim Maia Racional, Vol. 1 (1975), Tim Maia Racional, Vol. 2 (1976), Tim Maia em Inglês (1976), Tim Maia (1977), Tim Maia Disco Club (1978), Reencontro (1979), Tim Maia (1980), Nuvens (1982), O Descobridor dos Sete Mares (1983), Sufocante (1984), Tim Maia (1985), Tim Maia (1986), Somos América (1987), Carinhos (1988), Dance Bem (1990), Tim Maia Interpreta Clássicos da Bossa Nova (1990), Voltou Clarear (1994), Nova Era Glacial (1995), Tim Maia & Os Cariocas: Amigos do Rei (1997), Pro Meu Grande Amor (1997), What a Wonderful World (1997), Só Você (Para Ouvir e Dançar) (1997), Sorriso de Criança (1997) e Tim Maia Racional, Vol. 3 (póstumo, 2011)

Caso alguém se interessar, se já não viu ou quiser assistir de novo... 
 ...recomendo o filme baseado no livro Vale Tudo- O Som e a Fúria de Tim Maia, escrito por Nelson Motta. Foi lançado em 2014, com direção de Mauro Lima.
Mostra Tim desde criança, sua carreira, problemas com drogas até sua morte. Foi criticado que nem o docudrama que a Globo montou e exibiu com cenas dele.
Mas, dois atores me deixaram incomodados: George Sauma, que encarnou um Roberto Carlos jovem e caricato... e Babu Santana, que interpretou Tim Maia quando adulto, mas mesmo parecido fisicamente. não tinha voz grave que nem o original ou o Robson Nunes (Tim Maia adolescente) e só fez vozeirão na hora de cantar.
Foi interessante.

Fonte(s): Wikipédia (Brasil) e Google Imagens

Um comentário:

  1. Grande Tim Maia! Que voz! Gosto muito de algumas músicas.
    Não li o livro (tenho curiosidade) e não vi o filme (nem tenho vontade).

    ResponderExcluir